domingo, 30 de janeiro de 2011

'Gravatada' de amor*

Chego em casa, tarde, bem tarde… (um dia de trabalho, banco, supermercado…)
Lucas dormindo, aquele cheirinho bom de filho no quarto…
Me aproximo bem devagar – o medo de atrapalhar seus sonhos se confunde com a vontade de acordar, abraçar e conversar, conversar, conversar… – e beijo seu rosto, enquanto sussurro que o amo demaissss… E foi aí que, quando fiz o movimento para levantar de sua caminha, senti a ‘gravatada’ de amor.
Eu não sabia que aquilo existia – muito menos esse termo -, mas como ser mãe também é ter um novo leque de conhecimentos a cada dia, deixei seu bracinho segurar firme meu pescoço e ouvi: “Quero brincar com você mamãe”. Ao que respondi: “Quando o sol nascer a gente brinca”, e ouvi seu ressonar tranqüilo musicar o ambiente.

(*) Publicado em agosto de 2009 na categoria Mãe Coruja do guiabemquerer.wordpress.com

Um comentário:

  1. Fantástico!! Gostei muito do seu Blog....Taciana

    ResponderExcluir